Turismo e Lazer





Pontos Turísticos


MUSEU DO TELEFONE    

 

 

 
Fica no centro da cidade, no prédio da central telefônica (antiga sede da ECTB). Inaugurado em 1976, o espaço reúne cerca de 66 peças. Entre elas, a réplica do primeiro aparelho que veio para o Brasil, presente de Graham Bell para o imperador D.Pedro  II. Outros destaques especiais são os telefones da Companhia Militar e o mais curioso é telégrafo policial de 1910. O próprio prédio é também uma atração, conservado em sua originalidade desde sua construção em 1907. 
 

Bragança Paulista foi a quarta cidade brasileira a ter instalada uma central telefônica (motivo da visita de D Pedro II) e a primeira a possuir um museu do telefone. O museu é aberto de terça a sexta-feira das 9h às 17h. Aos sábados e domingos das 10h às 16h. Fone (11) 4033 1937

 

 

 

MUSEU MUNICIPAL  

 

Inaugurado em 15 de dezembro de 1966, o Museu Municipal ”Oswaldo Russomano” fica num dos mais belos prédios históricos da cidade tombado pelo Município, construído em 1896. Edificado com material de acabamento importado da Europa, no esplendor do ciclo do café (final do Império e início da República), foi utilizado como residência do Coronel Afonso Olegário Ferreira Pinto e sua esposa Dona Maria Salomé de Leme Ferreira. Na sequência também residiram no imóvel as famílias de Nicolau Parras e Otávio Machado. 

 

Ainda abrigou o primeiro jardim de infância de Bragança, o cartório eleitoral, o ginásio industrial e a biblioteca municipal. Considerado como um dos mais bem organizados museus históricos do Estado, possui um acervo de aproximadamente 3 mil peças. São objetos que retratam a época dos barões do café, os constitucionalistas, a ocupação indígena do Guaripocaba, a escravidão, a segunda guerra mundial, além de documentos e peças da arte sacra, da música e da moda retrô, do universo doméstico, da extinta estrada de ferro bragantina e esculturas diversas.

 

Costuma promover exposições temáticas e reserva espaço para mostras temporárias. Rua Cel. João Leme, n° 520, centro, fone (11) 4033 7566

 

 

 

 MERCADO MUNICIPAL  

 

Fundado no ano de 1887, originalmente construído em estilo marroquino, o mercado municipal tornou-se ponto turístico de Bragança. A primeira reforma do prédio,  realizada na gestão do prefeito Raul Leme (1931 a 1933), alterou sua arquitetura e implantou calçamento e cobertura do pátio interno (o chão era de terra batida), instalação do bebedouro, remodelação da fachada, substituição dos quiosques e instalação de sanitários na parte inferior.

 

A parte posterior (fundos do mercado) era um grande morro a céu aberto, onde cavalos e carroças ficavam atrelados na parte alta para alimentação e descanso. Ali havia um enorme bebedouro para animais. Na rua lateral (hoje Rua Atibaia) havia alguns ferreiros, como eram chamados os comerciantes que produziam as ferraduras dos animais. Até os anos 60, o grande movimento do Mercado e da Rua Coronel Teófilo Leme se devia ao vai e vem dos sitiantes e fazendeiros que ali comercializavam seus produtos. Atualmente, o Mercadão é uma boa opção de lazer.

 

O amplo espaço central agrada a quem gosta de um “happy-hour” , regado a um bom vinho, acompanhado de petiscos e queijos variados. Ali, eventualmente acontecem apresentações musicais e exposição de arte. Aos domingos de manhã, tem café colonial.

 

 

 

AEROCLUBE DE BRAGANÇA 

 

 

Fundado no ano de 1940, o Aereoclube de Bragança possui escola de aviação civil, com 5 tipos de cursos : piloto privado (PPA), piloto comercial (PCA), voo por instrumentos (IFR), multimotor, instrutor de voo (INVA). Possui sala de simulador e uma frota composta por 25  aeronaves.  Sendo: 1 Ceneca I ; 1 Cessna 172; 1 Corisco; 2 Tupi; 1 Cherokees 180;  4 Cherokees 140; 4 Cessna 152 e 10 Paulistinhas. 

 

No total são 33 instrutores e 26 funcionários. Atualmente é um dos cinco melhores do Brasil, tendo ficado entre os maiores com relação ao número de horas vôos. É um dos locais mais visitados da cidade, principalmente aos finais de semana, inclusive por profissionais e turistas da região. Desde 19 março de 2014, quando foi implantado o sistema de iluminação ao redor da pista de pouso, taxi e estacionamento de aeronaves, vem sendo realizado treinamento de vôo noturno. 

 



Data: 09/11/2017



Locais para passeio



 
 

LAGO DO TABOÃO

 

Considerado cartão postal de Bragança, o Lago do Taboão é ponto de encontro de esportistas,  amantes da natureza, estudantes e pessoas que curtem boas baladas e happy hours. Com pista de cooper, ciclismo, praças de esporte, anfiteatro aberto e muitas árvores, ao longo de seus quase 3 mil metros de extensão, é o local ideal para quem procura lazer, sossego e diversão. Lá se vê praticantes de slackline, corrida, skate, bicicleta, caminhada, meditação, entre outros. 

 

Aos finais de semana, vira point noturno, ocupado por centenas de pessoas que desfrutam das lanchonetes, bares e danceterias, além de música ao vivo e dos principais eventos da cidade. Aos domingos de manhã, tem a Feira de Artesanato; e no final do ano acontece a tradicional festa de Réveillon com fogos de artifícios e shows típicos. Tem também o Mini Mis (Casinha do Lago) utilizada para exibição de filmes pela Secretaria da Cultura.

 

O Lago do Taboão fica na entrada da cidade (via rodovia Fernão Dias) e surpreende pela sua beleza e extensão. O nome “Taboão” surgiu por causa das taboas, uma espécie de planta que vive nas águas pantanosas e que alcança dois metros e meio de altura com suas espigas que depois viram buchas de banho.

 

 

 

 LAGO ORFEU 

 

Um pedacinho do paraíso – assim é chamado um dos locais mais inspiradores e aconchegantes para quem curte a natureza e passeios ao longo do dia. Possui aproximadamente mil metros de extensão, árvores por todo lado, patos e marrecos, pássaros variados e um belo visual. Fica no final da Avenida Europa, no Jardim Europa, e é cuidadosamente preservado pelo Poder Público como um dos mais aconchegante e sossegado  ponto turístico de Bragança

   

 

 

BOSQUE DAS ARAUCÁRIAS / E BOSQUE PETRONILLA MARCOWICZ 

 

O Bosque das Araucárias (na conhecida Variante do Taboão, à direita de quem vem da Fernão Dias) é uma reserva ambiental de relevância para a fauna silvestre, com trilhas para caminhada de aventura, moutain bike e downhill. Possui também bancos, lixeiras, placas indicativas e área de estacionamento. O clube de moutain bikes Global Cycles colaborou ativamente na execução do espaço. O maior objetivo do projeto, além de fomentar o turismo ecológico, é a manutenção genética da biodiversidade local, de uma floresta nativa formada por araucárias e clima agradável. De propriedade da família Markowicz, foi doada à Municipalidade.

 

Ja o Bosque Petronilla fica à direita de quem segue pela Variante do Taboão, sentido Rodovia Fernão Dias, e faz parte da Fazenda Santa Helena cuja área foi doada pela família Markowicz em 2006. O espaço promete fomentar o turismo local por ser apropriado para lazer, esporte e educação ambiental. As nascentes naquela região abastecem a cabeceira do ribeirão que forma o Lago do Taboão e o Rio Lavapés.

 

 

 

PARQUE REFÚGIO DAS AVES 

 

Instalado em uma área de 4 hectares no Jardim América, o Parque Refúgio das Aves nasceu de uma parceria entre a Associação dos Orquidófilos e a Associação dos Moradores daquele bairro. Possui pista de caminhada de 900 metros de extensão e tem como objetivo proteger a fauna e flora do local, além de preservar a beleza natural do local. Também busca possibilitar a realização de pesquisa científica ambiental e desenvolvimento do turismo ecológico da cidade.

 

 

 

PARQUE LAGO DOS PADRES 

 

Às margens da conhecida avenida Norte Sul, à direita de quem desce sentido Taboão, encontra-se o Lago dos Padres, praticamente nos fundos do prédio da Prefeitura. Com aproximadamente dois hectares, é considerado um dos três afluentes de grande importância na formação do Lago do Taboão. O parque foi instaurado com o objetivo de preservar o ecossistema local, além de colaborar na realização de pesquisa científica da fauna e flora. É hoje um espaço apropriado para o turismo da pesca esportiva. Possui trilhas, bancos de descanso e estacionamento para veículos. 

 

 

 JARDIM PÚBLICO

 

Estação ecológica com extensa área de lazer, muitas árvores centenárias e construção em estilo colonial. É dotado de playground para as crianças e um belo coreto que serve para apresentação musical e teatral. O local é apropriado para o sossego e recreação. Nas festas de fim de ano o Jardim Público é magnificamente decorado com motivos natalinos, atraindo turistas de várias cidades. O Parque Luiz Gonzaga da Silva Leme ou Jardim  Público, como é mais conhecido, fica no centro da cidade.  E faz parte dos bens imóveis tombados pelo patrimônio público devido ao seu valor histórico e arquitetônico.

 

No local funciona serviço de recepção aos animais silvestres resgatados. O trabalho é prestado pela Associação Mata Ciliar, através de convênio firmado com a Prefeitura. Anualmente, são atendidos centenas de animais, entre macacos, pássaros, tamanduá, etc. Todos passam por uma triagem e são cadastrados e posteriormente enviados ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres de Jundiaí. No local, acontecem eventos musicais e culturais.

 

HISTÓRIA

Em 1797, quando Bragança se desmembrou de Atibaia, surgiu a necessidade de se instalar um cemitério oficial (que até então funcionava atrás da Igreja do Rosario (hoje Rua Cel João Leme). E o local escolhido foi exatamente o Jardim das Pedras, como era chamado na ocasião. E o cemitério ali permaneceu por décadas.

 

Em  1890, o cemitério começou a ser transferido para a Vila Municipal e um sistema de abastecimento de água foi implantado no local. Também, na ocasião, iniciou-se a formação de um jardim com a plantação de diversas árvores. E o local passou a servir como ponto de apresentações musicais. Havia vários animais no parque, como macacos, cobras e pássaros, inclusive um aquário com centenas de peixes. 

 

Nos anos 30, quando da ditadura, os viveiros foram desativados. E o meteorógrafo que lá funcionava também foi desativado. Em 1956, o então prefeito Ismael de Aguiar Leme homenageou o idealizador do sistema de abastecimento de água da cidade, passando então a chamar-se oficialmente Parque Luiz Gonzaga da Silva Leme, hoje conhecido como Jardim Público.  É um dos mais belos pontos turísticos de Bragança.

 

 

 

  REPRESA JAGUARI-JACAREI   

 

 

Fazendo parte do Complexo Cantareira e formada pela captação de água dos rios Jaguari e Jacareí, é a primeira e mais alta represa do sistema Cantareira e a maior da Região Metropolitana de São Paulo, representando quatro vezes, em volume de água, a Baia da Guanabara. Embora com nível de água um pouco abaixo do normal (em razão da seca) continua tendo status turístico no cenário nacional. A represa oferece estrutura de campings, pousadas, além de restaurantes, lanchonetes e bares noturnos.

 

É neste cenário que se encontram as pousadas Monteleone, Aquamarina e Marina Confiança, todas com excelente infraestrutura náutica, oferecendo passeios de lancha pela represa, chalanas, jet ski, entre outras atividades como caminhadas ecológicas e off road, além de ótimos chalés, restaurantes e pizzarias, muitas da quais com piscinas aquecidas, sauna, fitness, brinquedoteca, salão de jogos, quadra de tênis e pesqueiro flutuante.

 

Na represa, também se vê quedas d’aguas e cachoeiras e uma pequena baia que forma uma piscina natural de cor verde esmeralda, onde as embarcações param e os visitantes desfrutam de um momento de prazer e relaxamento. Acesso pela rodovia Fernão Dias, saída 19, pegando em seguida a rodovia Bragança/Piracaia

 

 

 

 MONTANHA DO LEITE SOL E MONTANHA DO GUARIPOCABA  

 

Ramificação da Serra da Mantiqueira, a Montanha do Leite Sol (como é conhecida por causa da indústria de lacticínios que existia nas proximidades) possui 1.125m de altitude e pode ser vista de vários pontos da cidade. O local, considerado patrimônio ambiental da cidade, é freqüentado por amantes da natureza que gostam de caminhar ou escalar. Ponto de turismo ecológico, sua flora abriga espécies  raras de bromélias, orquídeas, açucenas e a conhecida planta Raínha-do-Abismo. 

 

Nos anos 80, a montanha ficou livre das atividades de exploração de rochas minerais, após movimento liderado pelo então Grupo Eco. Acesso pela rodovia Alkindar Monteiro Junqueira (Bragança a Itatiba), nas proximidades da Indústria La Serenissima (antiga Leite Sol)

 

A montanha do Guaripocaba oferece uma vista de extrema beleza e é excelente para escaladas e acampamentos. Trilhas e pedras cativam os amantes das aventuras e caminhadas. Anualmente acontece ali campeonato de Mountain Bike e Down Hill. Fica a 1.200 m de altitude e o acesso é feito pela Variante “Hermenegildo de Oliveira” (Bragança sentido rodovia Fernão Dias). Em 2007, foi descoberto um sítio arqueológico naquela montanha.



Data: 15/10/2017



Festivais e eventos regionais


 

IV EXPOSIÇÃO DE VEICULOS ANTIGOS E FEIRA DE PULGAS

 

 

Realizado pelo Guia de Bragança, o IV Encontro de Veículos Antigos e Comércio de Pulgas de Bragança Paulista aconteceu na estacionamento do Bragança Garden Shopping, dias 21 e 22 outubro de 2017, com apoio da Secretaria Municipal de Turismo.

 

108 veículos das mais variadas marcas e modelos foram expostos para visitação pública, além do comércio de produtos vintage e apresentação de bandas musicais com os clássicos do rock.

 

Na ocasião, foram sorteadas hospedagens nos hotéis  20 Park Hotel, Ka Hotel, Villa Santo Agostinho  e no Hotel Fazenda Coronel Jacinto, todos de Bragança.  O evento teve também caráter beneficente em prol da ABCC - Associação Bragantina de Combate ao Câncer, na arrecadação de alimentos.

 

E contou com o apoio e patrocínio de:

Bragança Garden Shopping, Supermercado Convém, Luchini Veículos, Expor Mármores, Total Grass Gramas Sintéticas, 20 Park Hotel, Ká Hotel, Hotel Villa Santo Agostinho, Hotel Fazenda Coronel Jacinto, Bragança Casas, Mori Radiadores, Dr Roda, Auto Belle Produtos Automotivos, Náutica, Chopp Time, Boliche João e Maria, CP Jóía Comunicação Visual e JC Eventos

 

 

 

BRAGANÇA NA BRASA 


Em sua segunda edição, o Festival Bragança na Brasa - Churrasco, Cerveja e Rock and Roll - atrai milhares de pessoas para se deliciar no privilegiado espaço da Fazenda Santa Petronilla, no Bairro do Santa Helena. Além de incrementar o turismod a cidade, o objetivo é difundir as tecnicas de preparo de churrasco e pratos diferenciados, bem como cervejarias artesanais.
 

O vento conta com estrutura coberta, espaço kis para as familias e muitas bandas de rock para animar a galera. https://www.facebook.com/bragancanabrasa/

 

 

 

FESTA DA LINGUIÇA  


 
Organizado pela ALBRAG Associação dos Produtores de Linguiça de Bragança Paulista e realizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, a FESTA DA LINGUIÇA acontece anualmente no recinto do Posto de Monta e reúne dezenas de produtores da famosa especiaria, recebendo perto de 30 mil pessoas e comercializando mais de mil quilos de lingüiça nos 5 dias de festa.

 

São diversos tipos de receitas dos mais variados pratos, porções e lanches, inclusive a linguiça vegetariana, à base de soja, que é uma proteína vegetal. Tem escondidinhos, empanados, petiscos, pizzas, pasteis, assados em grelhas, em feijão preto e tudo mais que a imaginação permitir. Uma festa familiar com espaço kids e apresentações musicais que vai do rock ao sertanejo. A entrada é gratuita.

 

 

 

CARNAVAL 

 

 

  

Reconhecido como um dos melhores do interior, a coordenação do carnaval de rua de Bragança é da Liesb - Liga Independente das Escolas de Samba, composta por 12 escolas de samba. Cinco delas fazem parte do grupo especial: Nove de Julho, Dragão Imperial, Acadêmicos da Vila, Unidos do Lavapés e Sociedade Fraternidade. O grupo de acesso é formado por três agremiações: Águas Claras, Império Jovem e Mocidade Júlio Mesquita.  E tem ainda as Escolas Mirins e a Realeza Imperial formada por pessoas da terceira idade.

 

A prefeitura promove o “carnapraça” durante o dia na praça central, ao som das alegres marchinhas de época; e também o “carnaparque”, que acontece no Parque dos Estados (zona norte da cidade). 

 

 

 

 

FEIRA DAS NAÇÕES E EXPOSIÇÃO DE ANIMAIS

 

 

Feira de Caprinos e Ovinos, Exposição de Cavalos e a Feira das Nações. Eventos realizados no Posto de Monta em Bragança, com objetivo promover o campeonato das mais variadas raças, além oferecer o melhor da culinária internacional. Várias comunidades bragantinas representantes de outros países participam da Feira das Nações, oferecendo dança, musica e culinária típica.

 

O recinto também é palco de um dos melhores eventos da raça Mangalarga Marchador, além da Exposição de Cavalo Árabe que faz parte da  Expoagro. Do mesmo modo, o Festival do Cavalo Lusitano em Bragança movimenta o Posto de Monta. São três dias de intensa programação. E tem ainda a criação de animais de pequeno porte, cuja exposição também acontece no mesmo recinto em Bragança

 

 

 

EXPOAGRO E FESTA DO PEÃO 

 

 

 

Da programação constam competições de hipismo, desfile de eqüinos e bovinos, rodeios de cavalos e touros, leilões e exposição de vários animais de grande e pequeno porte. É considerada uma das maiores feiras de agronegócios da região e acontece conjuntamente com a Festa do Peão de Bragança, atraindo milhares de pessoas durante os 10 dias do evento. Os shows contam com a participação de artistas e bandas de renome da música sertaneja e também do rock nacional. A arena possui capacidade para 15 mil pessoas e 200 camarotes.

 

 

 

FEIRA DE ARTESANATO   

 

Contando com cerca de 70 expositores fixos, a Feira de Artesanato atrai a atenção não só dos turistas como também dos moradores de Bragança. Rica em artigos e produtos artesanais, a “Feirinha do Lago”, como é conhecida, tornou-se um ponto turístico e uma deliciosa opção para quem gosta de passear e fazer pequenas compras aos domingos.

 

Com grande variedade de artigos como: lembrancinhas, telas e quadros, pinturas em tecidos, tapetes e toalhas de barbante e linha, bonecas de louça e pano, bichos de pelúcia, bijuterias, trabalhos em madeira, arame, bambu e palha, diversos, produtos de estação, entre outros. A feira funciona todos os domingos no Lago do Taboão, das 10h às 17h.

 

 

 

EXPOSIÇÃO DE ORQUÍDEAS 

 

 

Nas dependências da Associação Nipo Brasileira, acontece anualmente a Exposição de Orquídeas realizada pela Associação dos Orquidófilos de Bragança Paulista. O evento abre a visitação normalmente num final de semana, para um grande espetáculo de beleza e cores, além de palestras sobre manejo e técnicas no cultivo de orquídeas. Dentro de cada categoria as plantas são avaliadas a partir dos critérios: cultivo, cor, tamanho da flor, tamanho da haste, substância, textura e quantidade de flores. Av Nipo Brasileira, 40, Jardim América.  contato e informações 99643 5376, com Mauricio.

 

 

 

FESTIVAL DE INVERNO 

 

O Festival de Inverno de Bragança chega em sua 15ª edição agitando e esquentando o mês de julho na cidade. Promovido pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, o evento reúne música, dança, teatro, cinema, oficinas, exposições e feiras culturais e outras atrações.  A programação é gratuita e se espalha em 16 pontos da cidade.

 

 

FESTIVAL ARTE SERRINHA 

  

 

O Festival Arte Serrinha tornou-se um dos acontecimentos mais originais da agenda cultural brasileira.  Compõe-se de oficinas de arte, palestras, apresentações musicais, ciclo de cinema brasileiro e workshops de arte-educação. As atividades se concentram no bairro da Serrinha, na região da represa do Jaguari-Jacareí.

 

A Fazenda Serrinha sedia as oficinas e palestras. É nos seus 113 alqueires que acontecem as oficinas, debates e performances. Propriedade de café centenária, em 2001 foi reconhecida pelo IMCBio como reserva ecológica particular. Funciona como centro de vivências e experimentações culturais e ambientais. A fazenda conta com pousada, alojamento, restaurante, bar, diversas trilhas e mirantes. Possui ainda dois ateliês e uma sala de aula.

 

Já a programação musical do festival acontece no Galpão Busca Vida, antiga leiteria, hoje casa de espetáculos, pizzaria e cachaçaria.  A decoração é altamente cênica com elementos da vida rural, cenários de teatro, antiguidades e obras de arte. Nasceu ali a cachaça Busca Vida. Veja site www.galpaobuscavida.com.br

 

 

MAIO CULTURAL 

 

 

Idealizado pela saudosa professora Guaraciaba Libera Mathias, o Maio Cultural teve início em 1971 como um evento comemorativo ao aniversário da Orquestra Sinfônica de Bragança Paulista. Com o seu sucesso ano a no, desde 2008 passou a ser organizado pela Secretaria Municipal de Cultura de Bragança.

 

Já bastante tradicional em Bragança, o festival se estende durante todo o mês de maio e acontece não só na Casa da Cultura mas também em diversos pontos da cidade. Os eventos são gratuitos e envolvem atrações de dança, música, teatro, fotografia, circo, artes plásticas e visuais, oficinas e outras variedades.

Festivais e eventos regionais



Data: 29/10/2017



Esportes Radicais


 

  

A região de Bragança Paulista oferece boas opções para quem curte esporte de aventura. O montanhismo pode ser praticado na conhecida Montanha do Leite Sol  que faz parte da Serra da Mantiqueira e tem 1.125 metros de altitude, com vista privilegiada da cidade. Outro lugar interessante é a Fazenda Serrinha, perto da represa Marina, considerada reserva ecológica, é perfeita para caminhadas e escaladas. Oferece curso para iniciantes. Mas não é obrigatório se você já tem familiaridade com a atividade e os equipamentos necessários.

  

Além disso, Bragança também tem trechos propícios para quem curte trekking e mountain bike. Outra opção é descer na mega tirolesa da Pedra Bela, que possui 1900 metros de extensão e alcança até 107 km por hora. O passeio dura 1 minuto e 30 segundos. Funciona aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 17h.

 

 

FAZENDA CORONEL JACINTO 

 

A Fazenda Coronel Jacinto é uma ótima opção de hospedagem para quem procura tranquilidade, com seus chalés rústicos e extremamente confortáveis de frente para o lago, onde se pode passear de canoa e praticar a pesca esportiva. Para quem gosta de adrenalina, a dica é a pista de off road com curvas acentuadas e obstáculos de arrepiar. Oferece também serviços de SPA, caminhadas, passeios a cavalos e bicicletas pelas trilhas da fazenda, cuja história remonta os tempos áureos do café. Vale a pena se encantar também com o restaurante, uma enorme sala de estar onde se pode conversar, ler e degustar a cachaça produzida e envelhecida na própria fazenda em barris de carvalho. Fica na Estrada Velha Bragança Pedra Bela, km 15. www.fazendacoroneljacinto.com.br.

 



Data: 09/11/2017